Como transformar criatividade em resultado

Como transformar criatividade em resultado


A criatividade leva à inovação e com a inserção do planejamento é gerado o resultado.

A criatividade, inovação e o empreendedorismo andam juntos e são considerados habilidades críticas para se adaptar às mudanças socioeconômicas do novo século, tanto a nível individual, quanto organizacional e também enquanto um país competitivo.

Da mesma forma, o ambiente corporativo tem acesso a informações numa velocidade que surpreende cada vez mais e, diante disso, as pessoas realmente fazem a diferença para o negócio. O empreendedor inovador não é necessariamente um inventor, um gênio, um cientista técnico ou profissional.

O empreendedor cria mercados para as invenções do gênio. É conhecido por sua perseverança, sua ambição, suas reflexões e seus projetos empresariais.

A criatividade dos indivíduos e equipes em uma empresa, organização, ou grupo social é um ponto de partida para a inovação. Inovar é a valorizar ideias criativas através de um novo produto, um novo processo, um novo serviço, um novo modelo de negócio, uma nova iniciativa ou de um novo programa. O resultado então passar a ser então consequência do processo criativo.

Estar inserido na economia criativa é trabalhar formas inovadoras de se posicionar no mercado, aproximando o produto da necessidade do consumidor. Empresas inovadoras hoje partilham a ideia de que a criatividade é algo que pode ser cultivado. Ambientes de trabalho que valorizam a subjetividade dos funcionários e estimulam a convivência entre pessoas com perfis diferentes preparam o solo para ideias inovadoras e colhem os frutos positivos ao final.

 

Por Jota Tomás

1 Comentário

  • Legal esse ponto de vista.

    Marcela Ribas Reply

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *